Meu Carrinho

EXPERIÊNCIA DE APRENDIZAGEM

O que pode ser Experiência de Aprendizagem quando falamos de educação executiva? Vamos ler a estória da Fernanda.

"Sei que não sou uma gerente de 33 anos muito comum. Quer dizer, é claro que faço coisas comuns. Tenho no mínimo 2 reuniões por dia. Gosto da minha empresa, mas amo a sexta-feira. Trabalho muito, respondo muitos e-mails. Jogo papo fora no almoço com meus colegas. E tenho uma garrafinha de água. Essas coisas me fazem ser comum. Mas sei que executivos comuns não se preocupam tanto em aprender quanto eu, seja on the job, seja nos cursos oferecidos pelo RH. Quanta gente que eu conheço faz pós-graduação só para "dar um up" no CV e não leva a sério. Quanta gente reclama no café quando chega o convite para o próximo curso de Liderança, pois terá que "perder" 4 manhãs. Quanta gente fica respondendo e-mail ou conversando no WhatsApp enquanto o professor discorre (cabe ressaltar que muitas vezes a distração do aluno é culpa do professor, que não tem didática para motivar extrinsecamente a turma).

Se eu encontrasse uma lâmpada mágica e pudesse fazer um desejo, pediria para que os treinamentos da minha empresa fossem diferentes. Pediria para eu ter livre acesso a aulas de altíssima qualidade e para eu poder decidir O QUE aprender, COMO aprender e QUANDO, tudo acordado com a minha gestora, que me entende e me apoia de verdade. Sabe o que eu acho? A única razão de eu não ser muito comum é que poucos além de mim enxergam educação como um Benefício que a organização me oferece, além de não gostar de queijo".

Como a experiência da Fernanda poderia ser diferente? Vamos pensar no mundo ideal:

  • Conversando com a sua gestora, face às novas atribuições que está assumindo e ao cenário desafiador, ambas chegam à conclusão de que seria muito bom se Fernanda desenvolvesse mais as suas habilidades de Negociação;
  • Logo após a conversa, Fernanda pega o smartphone, abre um app fornecido pela empresa, digita NEGOCIACAO, encontra o curso "Estratégias de Negociação", presencial, 16 horas e pensa "Curta duração, que ótimo! Não tenho tempo a perder";
  • Ao clicar no curso, descobre que a próxima turma será daqui a 3 semanas na região da Berrini, durante 4 terças à noite, e ela tem disponibilidade!
  • Para não correr o risco de fazer um curso meia-boca, ela clica em Mais Detalhes, vê o LinkedIn "parrudo" do professor e também quais são as suas habilidades didáticas, já que ninguém merece professor que não sabe ensinar e dá sono. Também lê as avaliações de quem já fez este curso e encontra a lista de colegas da empresa que participaram das últimas turmas;
  • No próprio aplicativo já vê o LinkedIn dos futuros colegas de classe, pois networking é muito importante nos dias atuais… João da empresa X é coordenador de Marketing, Maria da empresa Y estudou na mesma escola que Fernanda, José da empresa Z conhece o seu irmão. "Vai ser legal trocar experiências com este grupo";
  • O preço deste curso presencial mostra R$2.400,00 por R$120,00 apenas. "Gostei". Clica no botão INSCREVER e o investimento vai direto para o RH para ser descontado em folha de pagamento.
  • No dia seguinte, o celular vibra ao receber um pequeno quiz de 2 perguntas sobre Negociação. Resposta rápida e ganha 2 pontos, que se juntam aos 5 pontos que ela ganhou ontem ao se inscrever no curso e aos 80 que já tem acumulado no app. "Mais alguns pontos e eu vou poder trocar por um livro que me interessa";
  • No dia da primeira aula, ao chegar um pouco mais cedo, encontra Maria no welcome coffee "Oi, Maria! Você também viu no meu LinkedIn que estudamos na mesma escola e na mesma época? Coincidência, né?" E a conversa flui;
  • A lista de presença é assinada eletronicamente através do app com a geolocalização da Fernanda, que recebe mais 2 pontos por isso;
  • "Nossa! O professor é sensacional! Ele domina não só o conteúdo de Negociação, mas a didática dele é ótima. Não sei o que ele faz, mas prende a atenção de todos. Nem vi o tempo passar. Mal posso esperar pela segunda aula, e quero aproveitar e trocar mais umas ideias com o João da empresa X no próximo coffee break";
  • Ao final do curso, Fernanda sente que sai com ferramentas práticas que pode aplicar já no dia seguinte. Legal que não aprendeu só teoria, mas desenvolveu competências;
  • Tempos depois no café, comenta com seu colega de área "E não é que esse app funciona mesmo? Uma semana após o curso recebi uma pergunta aberta sobre Estratégias de Negociação, respondi, ganhei mais 3 pontos e surgiu na tela a seguinte mensagem: Encaminhe a sua resposta para João, Maria e José clicando AQUI. Se um deles fizer comentários baseado no que vocês aprenderam juntos, vocês dois ganharão mais 3 pontos". Networking e aprendizado andando lado a lado;
  • E o mesmo processo aconteceu no mês seguinte: pergunta, resposta, interação, networking, gamification. Por essa a Fernanda não esperava, pois o conteúdo do curso de 1 mês atrás ainda está vívido na cabeça, sendo que ela nem lembra o que almoçou ontem;
  • Dessa forma, fica fácil aplicar os conceitos de "Estratégias de Negociação" na reunião com o fornecedor de software, com o cliente prospectivo e também no Comitê de Projetos;
  • Por fim, dá uma conferida na lista de cursos Favoritos no app dela: "Produtos de Investimento Pessoal" com o professor Liao (presencial) e "e-Career Path" com o professor Paco Ramirez (online ao vivo);
  • E em breve receberá o livro que trocou com os 100 pontos acumulados.

Faz sentido para você? Para a Fernanda faz…

Apesar de "mundo ideal" soar um pouco distante, é esta Experiência que devemos levar aos nossos alunos. O aprendizado pode começar antes da primeira aula e não deve se encerrar ao fim da última.

A tecnologia está aí para ser utilizada em prol do aluno. Presente e não futuro. Ao invés de pedir para o aluno desligar o celular, que tal pensarmos em utilizar o mesmo aparelho para ser a interface de relacionamento entre escola-aluno, professor-aluno e aluno-aluno? Em tempos de Netflix, e-commerce, plataforma, Gympass, Geekie e Wide, a educação executiva tem espaço para avançar e sair do modelo tradicional, acabando com aulas presenciais estanques ou EADs chatos.

E você pode estar pensando: "Mas Prof. Liao, só R$120,00 por tudo isso?" Se quiser saber como, comente aqui o que gostou e o que não gostou sobre a experiência da Fernanda que eu te falo sobre um modelo de negócio que pode viabilizar este preço para ela. 

MERITOCRACIA E O CORPO DOCENTE
UPDATE AND REFRESH
 

Comentários 3

Edgardo Manriquez em Sexta, 22 Setembro 2017 17:39

Verdade muitas das escolas estão ainda na idade da pedra e fora de sintonia com seu publico. Um desafio vai ser a dosagem para ser uma proposta inclusiva a todos os tipos de publico.

:D Verdade muitas das escolas estão ainda na idade da pedra e fora de sintonia com seu publico. Um desafio vai ser a dosagem para ser uma proposta inclusiva a todos os tipos de publico.
Administrador em Domingo, 24 Setembro 2017 22:02

Muito bom verificar a adaptação e variedade de informações tecnológicas que complementam atualmente o aprendizado do desenvolvimento e ainda possibilita um novo network.

Muito bom verificar a adaptação e variedade de informações tecnológicas que complementam atualmente o aprendizado do desenvolvimento e ainda possibilita um novo network.
Visitantes - Daniela em Segunda, 03 Setembro 2018 20:01

Adorei a proposta de utilizar gamification para turbinar o aprendizado!

Adorei a proposta de utilizar gamification para turbinar o aprendizado!
Visitantes
Terça, 11 Dezembro 2018